quarta-feira, 29 de novembro de 2017

O Sinal dos Tempos

Como um sinal dos tempos
A antiga magia se perdeu
Desapareceu com o verde floresta
E as estrelas brilhantes também se foram
E aquele amor tu me tinhas
morreu

Como um sinal dos tempos
A terra inteira rachou
Os animais se queimaram
Não existem mais os alimentos
E a morte, toda vida ceifou.

Como um sinal dos tempos
perdeu-se por completo a esperança
E agora sucumbimos velhos
Nossos olhos jazem  tristes
E não há inocência de criança

É o sinal dos tempos
Sem tempo para o amor ou o que for...
Guerreira Xue