quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Privilégios da Existência

Para as memórias futuras
Pois não quero disso me esquecer
Gravo aqui essas palavras, no teu peito
Porque meu pensamento é simples
E marcado pela pouca experiência
Uma ciência de meu viver

O que sinto agora, está além da aparência

Na minha convicção como Pessoa
Eu sei que não sou nada
Nunca fui
Talvez seja eu despida de pretensão
Mas ser importante para você
Torna-se um grande legado
E isso me concede um direito
O privilégio da existência.
Guerreira Xue