domingo, 21 de janeiro de 2018

O ACRIDIANO

Cricket, o acridiano
Tinha pena da pequena estranha
Que chorava triste e solitária
Ela então pedia ao bom amigo
Que inventasse qualquer artimanha
Distraindo-a com uma história

E o seu poder de encantar era tanto
Que a cada história narrada
A menina então cessava o seu pranto
Os personagens saltavam para vida
E a estranha ficava encantada.
Guerreira Xue


"Tell Me a Story"
https://maps.secondlife.com/secondlife/Porto/12/132/22