terça-feira, 30 de dezembro de 2014

MEU LUGAR

Existe um lugar que talvez
 eu possa ir.
Nem sei se um dia chego.
Lá tem uma flor a me esperar
E quando eu a olhar
Ela logo vai se abrir
Tenho coisas para buscar
E não é desses sonhos impossíveis
Só simplicidades...
Sabe aquelas banalidades
Que nos fazem sorrir
Arroz com feijão
Aquela musica que toca
Um sol, uma boa chuva
O cachorro que late no portão
Uma pequena risada
Também não posso esquecer
De tudo que eu vivi até aqui
Em meio aos tantos tropeços
tive minhas ascenções
E foi sem saber que aprendi
Tenho muito para agradecer
e para quem pensa ser muito nesta vida
explico:
Só nos tornamos alguém
quando somos amados.
E isso é só parte do amor
Porque o amor verdadeiro
é aquele também partilhado.
Existe um lugar que talvez
eu possa ir.



Guerreira Xue/Hilda Milk