sábado, 15 de agosto de 2015

MARIA PERNAS DE SARACURA

Maria pernas de Saracura
Quando a Maria pernas de saracura apareceu pela primeira vez naquela escola foi um alvoroço geral,
pois todos achavam-na magra demais, escura demais, feia demais, desengonçada. E ao caminhar então! Parecia mesmo uma saracura.
As meninas a ignoravam-na, nem todas claro, pois tinha uma que fazia questão de dizer, de maneira rude e direta, ao mencionar que não andava com negra.
O grupo das negras era fechado não a aceitavam por ela não ser da "família", os meninos faziam troça de suas pernas e toda vez que por ela passavam convidavam-na para pescar, sendo ela o caniço da pesca evidentemente.
Maria tinha uma cor bronzeada inverno e verão, tinha cabelos fartos lisos e negros, tinha também uma boca grossa, o que rendia-lhe mais apelidos, e eram do tipo "beiçuda, gamela, boca de galocha, bicuda, etc... etc.."
Óh vidinha cruel!
Maria chorava de raiva deles, e de pena de si, e muitas foram as vezes que brigara na escola, e pasmem, a "pernas de saracura" batia em que quisesse.
Foram anos difíceis até passar a adolescencia.
Mas um dia o tempo passa e a idade vai moldando o corpo, e já com 16 anos Maria foi abordada em pleno calçadão de Porto Alegre por uma moça que deu-lhe um cartão para fazer um teste para fotografia. Ela não podia estar mais surpresa, como ela podia fazer qualquer teste para fotografia se era ridiculamente feia?
"Não vai te custar nada" Disse a moça.
Passado dois dias, Maria foi para fazer o tal teste, e para a sua surpresa, ela foi contratada para ser modelo de revistas, pois para passarela não tinha altura ideal.
Os primeiros cashês não eram grande coisa, mas à medida que apareciam novas ofertas, as cifras também aumentavam. Custeou sua universidade, adquiriu bens e propriedades, e Maria fazia comerciaisde cosméticos, roupas, sapatos, perfumes...
Que dizer dos tempos de escola? Quase nada, pois foi um alivio ter terminado.
Maria nunca mais viu ninguém daquela época, pois a vida deu-lhe um rumo bem diferente e foi para longe. Hoje é uma mulher madura, linda e bem sucedida, mas ainda traz dentro de si  a Maria pernas de Saracura, a negra que não era negra, o caniço, a boca de galocha, pois acha que isso dá-lhe um certo equilíbrio.
Tem momentos que Maria se lembra de uma frase da avó, e ri: 
“Se nem tudo que brilha é ouro, nem tudo que cheira é merda.” 

Guerreira Xue

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Sonhos Rotos não Cabem Mais

Alguns homens 
carregam o mundo
com a leveza de uma pena.
Outros são arrastados
por enxurradas
sem nada de seu 
à acrescentar.

Além do que antes foi dito
daquilo que um dia
por outro alguém 
foi sonhado
e em seus antigos 
pergaminhos já descrito
existem novos sonhos 
que podem e devem 
ser acrescentados.

Aqueles velhos sonhadores 
já morreram 
e se sim ou não
seus sonhos foram realizados
nem souberam
e agora sonhos rotos 
não cabem mais.

São chamados loucos
aqueles que imaginam 
o mundo melhor.
Não serão menos loucos 
que estes bestiais
que matam e consomem 
em nome da paz.
E se a realidade 
é o que ai está
o sonho então será...
O que todos os dias 
tentamos com fervor 
realizar.

Guerreira Xue


http://zh.rbsdirect.com.br/imagesrc/17032222.jpg?w=640
http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/08/kiev-denuncia-numero-recorde-de-ataques-rebeldes-no-leste-da-ucrania-4824323.html

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

NUVENS E ARCO IRIS

E faz-se a luz em tanta cor
que depois das chuvas despejadas
para limpar o ar poluído pelo homem
ou molhar a terra seca
ou para reviver uma pequena flor
E como que para sentenciar
a continuação da vida terrena
Segue uma abertura nas nuvens
aquelas que eram negras e pesadas
Surgindo o deleite de nossas retinas
enfileirados arcos com transparência de cores
Diria eu que arco íris vem da imensidão do céu
atravessando o espaço entre a água e a luz
para terminar nos confins da terra
É o milagre
que se não promete felicidade eterna
nos lembra que tudo pode ter um recomeço
até a próxima chuva.
Guerreira Xue

terça-feira, 11 de agosto de 2015

JURO AMAR-TE por André Sousa

A história começa sempre aqui, num coração que sente, que ama muito para além da morte. Num homem que erra, num homem que chora, num amante que ama. Poderiam ser palavras em que o amor não era falado mas... não! Aqui respira-se o sentimento, a adrenalina de amar sem tempo, o sonho de sonhar de olhos abertos. Mais do que frases, são vivências, pulsações pujantes, rios de desejo. É a carne. O sangue. O devaneio. Nestes poemas vivo eu, eu e um mar de gente.

Chiado Editora - https://www.chiadoeditora.com/livraria/juro-amar-te
Bertrand - http://www.bertrand.pt/ficha/juro-amar-te?id=16613961
Amazon - http://www.amazon.com.br/Juro-Amar-te-Andr%C3%A9-Alexandre-Sousa-ebook/dp/B01262PSZG/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1439061276&sr=1-1&keywords=juro+amar-te
WOOK - http://www.wook.pt/ficha/juro-amar-te/a/id/16613961