segunda-feira, 10 de setembro de 2012

"Mundo" ...De Morgana Gazel


Premio Da  Literatura LITERARTE 2012  PETROPOLIS / BRASIL
Premio conferido na categoria Criatividade e Originalidade
Cerimonia de premiação acontece no Palácio de Cristal em Petrópolis no dia 14/09/2012
Poema  de  autoria de  Morgana  Gazel





Ilustração de Miguel Martins Menezes

domingo, 9 de setembro de 2012

Movimento

De que vale o tempo
E para que serve o pensamento
Se o ferro mais duro se dissolve
O vento mais forte vira brisa
As pedras corroem-se ao relento
E o sol desce, deixando a lua chegar

Aqueles sonhos viram vontades
As vontades tornam realidades
Realidades que ao instante, se esvaem
E os fatos e atos, viram história

A inteligência alterna com a trapaça
Os dinossauros há muito se foram
E como eles, também vamos
Os sentimentos fortes pulsam
Não importa o que faça ou desfaça
Tudo muda, tudo se transforma
E as estrelas também apagam

A vida é uma pluralista singular
E o barco que um dia partiu
A qualquer hora pode voltar
Uma vez, em tempo, fomos crianças
Com oportunidades incertas
Grandes erros, alguns acertos
A falta nos cria vadios
E a sobra, só alimenta egoístas

Quem sabe, sabe contar
Quem não sabe, vai saber agora
A vida nunca acaba, é o dito popular
A vida como a ela é, só muda de lugar
Isso é público, óbvio e notório
A vida é  o movimento milenar
Guerreira Xue/ Hilda Milk