quinta-feira, 1 de maio de 2014

RELATIVIDADES DO MUNDO ÀS AVESSAS

Sabe aqueles dias, que voce tem vontade de ficar na cama, só para não se distrair com nada a não ser pensar livre e solto? Ou que voce ande com aquelas famosas crises existenciais do tipo: "Descaso, ou compro uma bicicleta?" Pois é..."Depressão!"
E quando voce perde alguém que ama muito, e se chorar convulsivamente sua perda? "Depressão!"
É interessante como na nossa cultura evolutiva desenvolvemos esta questão do sofrimento pessoal.
Lembrei-me de uma professora de história que uma vez disse em sala: "Depois que inventaram o Gardenal não há necessidade construir-se mais hospícios, pois estamos sob controle." A risadaria foi generalizada...

No estado atual todos se dizem loucos e estranhos, então se houver alguém que se diga "saudável" desconfie, porque este é que deve ser o louco e está fora do contexto. Risos...
É claro que ninguém gosta de sofrer, e vamos combinar que os laboratórios farmaceuticos estão ai para isso, amenizar as nossas dores, seja estas do corpo ou da alma. Áh! Sem esquecer  um pequeno detalhe, seus donos andam enchendo a burra, com o nosso "suadinho" e minguado salário.
É acompanhando a tendencia que percebe-se que exitem mais farmácias do que supermercados nas cidades, e isso sinaliza aos especuladores onde investir melhor seu dinheiro."Dá-lhe, fabricar drogas então!"
Todo excesso provoca doenças e isso é público e notório. 
Os remédios não curam, mas tratam ( segundo alguns entendidos, todo tratamento tem inicio, meio e fim ), e aliviam nossos sintomas físicos, e há também os ansiolíticos e barbitúricos que inibem as funções cerebrais e que enquanto agem, amortecem fazendo-nos esquecer nossos sentimentos e fantasias. 
Pessoalmente, eu prefiro chorar as minhas dores existenciais ou perdas até que elas passem mesmo, e quer saber? Elas passam e transformam-se, marcando naquelas lembranças boas guardadas num lugarzinho bem secreto da minha mente.
Passar pela vida sem marcas deve ser igual a árvore que nunca deu frutos, e que nenhum pássarinho fez ninho, ou um rio que nunca ninguém bebeu água, ou sem peixe.
Neste mundo doido que vivemos agora, ter lembranças é uma dádiva e disso não devemos abrir mão.
Chorar dói, mas sorrir conforta, e a liberdade é um exercício de vida, então... Exercite a sua.
Guerreira Xue                     
                                                            Imagem net