quinta-feira, 7 de agosto de 2014

STOP THE WAR III

Parem a Guerra
Uma lágrima corre em meu coração
Outras em minha alma de maneira desmedida
Meus olhos umedecidos ardem pela visão
Injustificável do maior dos males em ferida
Na terra, em nossos levianos corações.
Homens, mulheres e crianças expõem ferimentos
Perpetrados por bombas e balas vindos de canhões
Que lhe abrem fendas, brechas em seus sentimentos
Muito mais que em suas carnes, em suas almas
E porque o homem pratica a guerra?
Para demonstrar força, poder e receber palmas
De seu povo cego e incauto, que não berra
Sim, que não berra diante das atrocidades
Que seu governo executa na grande e destrutiva
A luta que normalmente não traz verdades
A luta que agracia com dores e agonia furtiva
Para ambos os contendores
Parem a Guerra, param com as grandes dores
Que surgem e se espalham por todos os corações
De pais, mães, filhos, amigos e atores
Da Guerra, ação inútil,
desastrosa e que nos causa somente perdas aos borbotões
Robert Thomaz
http://www.nossoslivrosfree.com.br/