sexta-feira, 19 de julho de 2013

PRINCESA DE NADA

O dia  estava bonito
E ela sentada na areia
Construindo um castelo
Sonhando...


Sabe-se lá com o que
Não vê o mar,
Não olha o horizonte
Está como que encantada

Carrega dentro de si
A ilusão de amar
E nela, está sendo amada
Querida e desejada

Tanto que nem  percebe a chuva 
Que vem  forte e rápida
E a maré vem também
Derruba seu castelo

Desconsolada ela tenta salvar
Compreende que não tem mãos
Para segurar todos os sonhos
E que nasceu moça sem sorte

Então lentamente levanta-se
Sacode a areia do corpo e ...
Vai embora....
Guerreira xue

                                                    Imagem da Net