domingo, 6 de setembro de 2015

E.T. DA TERRA

Todos os dias eu paro na estação para descansar das compras do supermercado, sei que é feio observar os transeuntes mas não me importo, pois sou invisível. Todos parecem E.Ts, absorvidos em seus fones. Alguns falam alto, e quando estão perto até consigo entender o que se passa.

Uma vez vinha eu da cidade, e tinha uma senhora no fone falando com a filha que morava no Ceará, o percurso durou quarenta minutos. Então eu fiquei sabendo que seu neto estava usando drogas, a neta aprovada na escola, a filha tinha novo emprego, e qual o cardápio do jantar. Que tal?
Guerreira Xue