quinta-feira, 15 de agosto de 2013

A VIAGEM


A Viagem                                                              

Pela fresta da janela
Percebo um raio de luar
Escuto o silêncio da floresta
E o pensamento desperto
Começa a viajar...
Nem sei direito para onde vai, 
Mas vai voar.
Eu que achava já, 
Ser a dona de mim 
Quase não consigo controlar,
Esta avalanche de sentimentos 
Que começa a me assaltar
Tudo que sei 
Está do avesso
E o que não via antes, 
Reparo agora
Há tanto que desconheço
Mas continuo a aventura 
Sem hesitar.
E minha jornada vai seguindo

Em dado momento
Num quase sem querer
Adormeço
Não tem importância 
Pois logo que acordar
Volto outra vez, a divagar.
Guerreira Xue
                                      Imagem Net