segunda-feira, 11 de novembro de 2013

CAMARIM

CAMARIM
Adentras o camarim
Vestes a tua fantasia
Vais, viver outras vidas
Outros sonhos, outros sentimentos
Trocas de nome e abusa nos gestos
Que outrora eram modestos
De teu, somente o sorriso
Ah! Esse sim, inconfundível
Falas de coisas que eu não conheço
De outros amores, no tempo passado
Amores sem pudores, quentes, cálidos
Falas de coisas que nunca vivestes
Dizes palavras por demais obscenas
Cena após cena
O publico em frenesi, aplaudem-te a ti
Eu continuo ali, a te contemplar bem distante
Amando-te hoje, muito mais que antes
Admiro tudo em você
 Admiro a tua coragem
A sua beleza, e forma sutil
Com que te diriges ao publico
Como se fossem velhos conhecidos
Assim como grandes amigos
Todos riem de súbito
E eu continuo aqui
Sentado nas ultimas cadeiras
Querendo de ti, um beijo único
Izah Poetisa  
Página 33 do livro "UM QUÊ DE VOCE"
https://clubedeautores.com.br/book/124284--Um_Que_De_Voce#.UoDjzZgmr3Q