sexta-feira, 8 de novembro de 2013

O PERDIDO

Uma vez, eu andando
Por caminhos desta vida
Encontrei o Lourenço
Era um maluco, desnorteado
Ele dizia ser torto
E que estava sempre errado
Eu o achava engraçado
Era um perdido
Lourenço era meu amigo

 O tempo correndo passava
 Lourenço já ficando velho
 E perdido não se achava
Me ria muito de seu jeito
Mas no fundo só eu sabia
O que trazia em meu peito

Era solitário sem estar sozinho
Andava por muitas bocas
E vagava por diversas camas
Buscando calor em outros corpos

Um dia Lourenço moribundo
Com tristeza mencionei
"Você vai morrer
E ainda continua perdido"
Ele deu um meio sorriso
Do modo que sabia fazer
E logo respondeu
"Não... Achei-me há muito tempo...
No dia em que te encontrei".

Ainda hoje  quando lembro Lourenço,
Choro muito...
E agora a perdida sou eu.

Guerreira Xue/Hilda Milk 
https://www.facebook.com/GuerreiraXue