quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

ABRA OS OLHOS


Adeus minha ilusão
Andei um tempo contigo
Enchia-me de fantasias
Trazias luz a minha escuridão
Foste tu, o meu abrigo

E eu boba, sorria dormindo
Escrevia inspirada
Acordava esperançosa
E ainda sonhava acordada

Andava ao sabor do vento
Imaginando ser amada
De tanta leveza, eu flutuava
Era mesmo enfeitiçada

Agora o relógio grita
Está na hora de acordar
E a realidade chega e agita
Levanto relutante ...
Pena, medo, e covardia
Era tão bom voltar a sonhar.


Guerreira Xue