domingo, 20 de abril de 2014

CUIDADO

CUIDADO

É preciso tempo para pensar
mas neste corropio imenso
não penso.

É preciso tempo para amar
e cansada, quando te chamo,
não amo.

É preciso tempo para rir
e se do outro desconfio
não rio.

E fui-me perdendo
no que de mim se perdia

E quando cheguei a velho e dei pelo erro,
era já tarde e não podia.

Valter Guerreiro
                                                                         Imagem Net