sexta-feira, 18 de setembro de 2015

ESTRELA

As vezes queria entender os gatos, mas deve ser pedir demais, uma vez que não entendo nem  a  minha espécie.
 Ganhei minha Estrela de uma amiga da minha filha, e cuidar dela é uma “mão de obra”.
 A cada banho é uma unha que ela deixa cravada em mim. Eu só não fico mais brava, porque ela fica sem unha mesmo. Bem feito!.
 A bicha tem dias que é puro amor, em outros parece possuída pelo demônio, valha-me Deus!
Hoje estou toda arranhada e mordida dela.  Quero ver quando ela ficar velha e desdentada. E eu amo esta felina maluca
Guerreira Xue