quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Lembranças da Aldeia

Minha aldeia era quase abandonada, pois a maioria trabalhava nos grandes centros.
E quem ficava nas casas, eram os idosos.
Todo fim de semana visitávamos vovó, hábito adquirido desde a infância. Na chegada a primeira que me saltava aos braços era Diana, se eu não fosse forte ela derrubava-me no chão. Depois de recomposta das lambidas e fungadas vinha vovó me abraçar, e ela cheirava a alfazemas. Lembro-me ainda daquele cheiro tão familiar. É interessante como nossa vida é repleta de cheiros.
Nas férias de inverno vovó fazia bolo todas as tardes, isso infestava a casa de calor.
Sinto saudades!
Guerreira Xue/Hilda Milk

Imagem:Luis Crhistello