sábado, 28 de setembro de 2013

TEMPORAL

A floresta é escura
O caminho longo
E a vida mesmo breve
 é dura
O amor é intenso
O barco pequeno
Mas o ódio tem força
E o mar, é imenso
Áh! Vida incerta.
Esse medo me assusta
A montanha tão grande
E esta saudade
me aperta
A coragem levanta
A morte me espreita
No mundo tão deserto
A noite vai alta
E o farol tão perto.
Em meu coração vazio
vertem lágrimas secas
No trajeto, as vezes só colhe
aquele que não planta
Então a alegria oscila
A chuva cai fria
E o sol, logo desponta
E a solidão
Somente a solidão
... É constante.
Guerreira Xue

                 Imagem  Net