segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Psicoses


Rafaela estava sozinha em casa, e pensava no que faria para o jantar. pois o marido iria chegar mais tarde.
Ela já arrumara a casa, lavara a roupa, tinha ido as compras, cuidara do cachorro e ainda nem eram quatro da tarde. Pega no celular e liga para Marcelo pela sexta vez . Eram casados os dois, tinha quase um ano. Deixar o emprego foi uma decisão precipitada, sabia disso, pois agora ela roia as unhas quase o tempo todo.
O marido, por sua vez, pensava consigo: "Se ela não arranjar outro emprego logo, eu vou me atirar da ponte". Marcelo ia a caminho de casa," E agora, o que vamos fazer ? As contas para pagar aumentam, ela deixou o emprego, e eu vou ser despedido. A mãe dela quer fazer uma operação de mudança de sexo e conta com o dinheiro da filha - que não existe. O nosso cão precisa de uma operação à próstata. O carro está velho. Precisamos de dinheiro urgentemente. Vou pedir algum ao Sr. Maffiosini, ele parece simpático e generoso, pois gosta de ajudar as pessoas..."

Talvez tenha sido um milagre, mas quando Marcelo abriu a única carta que tinha debaixo da porta ficou boquiaberto e completamente incrédulo, acabavam de lhe comunicar a morte de um tio podre de rico, de quem ele era o único herdeiro! Saíra-lhe a sorte grande! Chamou por ela e pelo cão, com o coração a bater a duzentos à hora, correu para eles, pegou nela ao colo e disse, entre risos e soluços: - Vamos ser felizes!

 O cão Gerónimo, aos pulos, também queria ir para o colo do seu dono. "Sim, sim, vamos ser felizes, eu esperava este momento há tantos anos". Em um dos saltos, Gerónimo conseguiu morder o rabo de Rafaela, que caiu estatelada no chão, após o que noutro salto, ficou ao colo de Marcelo. "Vamos ser felizes!".

"O dinheiro não traz felicidade", pensava Rafaela, "só um cão e um homem podem pensar semelhante coisa! Agora a minha mãe vai ficar meu pai, eu vou ocupar o tempo a cuidar de animais abandonados, o Gerónimo vai ser operado à próstata e vai gostar de cadelas novamente, Marcelo vai comprar um carro novo e ainda vai emprestar dinheiro ao Sr. Maffiosini para este casar a filha. Ser rico também é complicado, os outros invejam-nos, temos de controlar os gastos e pensar no futuro, para não nos tornarmos em novos pobres".

Agora Marcelo e Rafaela farão todas as viagens que aparecem nas revistas, frequentarão restaurantes da moda, e planejam para as férias de verão em Nice, na França e as de inverno na

"Agora todo dia inventamos um novo estímulo para levantamos da cama. Que porcaria isso de perseguir a felicidade. Estamos agora como queríamos e o que mais falta? Outro dia Marcelo  me veio com uma ideia quer ir ao Tibét, onde o frio mata só de pensar, a comida escassa e dorme-se quase sem cobertas. Vamos alcançar o nirvana por coisas banais e bobas, como o simples ato de respirar. Algo que se pensar bem a fundo, nem precisa de dinheiro para faze-lo.
É a vida, sendo descoberta por idiotas que acreditam em tudo".

Guerreira Xue/Hilda Milk

            Imagem da Net